sexta-feira, 20 de abril de 2012

RELEITURAS: EU SEI QUE VOCÊS EXPLODIRAM SÃO JOÃO NO PASSADO! DOIS MIL STIDUM - UMA PITOMBEIA NO ESPAÇO (FINAL)

Arte fractal por Austr-alien

(Informa o seu Repórter Esso, em Edição Extraordinária):
CHEGOU A HORA!!!  É A TERCEIRA VERSÃO DA BOMBA!
São João Nepomuceno – U R G E N T E – Interrompemos a Guerra Fria para informar que, após a explosão pacífica (mas barulhenta pra caramba!) das DUAS PRIMEIRA BOMBAS DE MELODIAS DA HISTÓRIA, chegou o momento da terceira versão, na qual foram empregados toda a tecnologia, experiência e conhecimentos adquiridos anteriormente. Com uma NOTÁvel potência de 36 MELODIAS, o local da detonação será nos fundos do quintal da Mansão Picorone, no Atol do Stidum, mas a informação da hora é TOP SECRET!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------
CONVIDADO ESPECIAL - Para participar do evento, chamamos o Moacyr Ângelo Ferreira, o saudoso e inesquecível Godelo que, como sempre, topou a parada de ser, além de testemunha, o padrinho do modelo XB3/4 versão 03.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------
RELATÓRIO DA COMISSÃO DE ENERGIA ATÔNITA (é atônita mesmo!):
Após o meticuloso acondicionamento do artefato nos fundos do barracão, teve início a contagem regressiva. Até que, ao faltarem APENAS 8 segundos, a segurança falou mais alto e a contagem teve de ser interrompida. O motivo foi a perigosa distância em que o Godelo insistia em se manter da bomba. Queria ficar em pé, a pouco mais de 10 metros, praticamente um vestibular para kamicaze!  Depois de muita resistência, pois o Godelo alegava que a explosão não seria tudo aquilo que era imaginado, este resolveu finalmente se esconder atrás de um tambor velho, mas foi a vez do Renatinho ficar exatamente no lugar dele.  SAI DAÍ, MININO!!!
Foi reiniciada a contagem regressiva, e a detonação – BUM! - afinal realizada!
CRUIS CREDO, todos falaram junto com o Gudilim.
NUNCA SE TINHA VISTO COISA IGUAL!  SUBIU UMA LABAREDA DE FOGO QUASE DA ALTURA DO BARRACÃO!
----------------------------------------------------------------------------------------------------------Enquanto isso, na Sala do Juquinha, lá no Ginásio, a EXPLOSÃO foi ouvida e correram todos para as janelas: o Sô Bi, alunos, professores e serventes.  Até que, segundo o Betto Vampiro, alguém, possivelmente um filósofo, gritou:
- SÓ PODE SER COISA DO SÍLVIO HELENO COM O PESSOAL DO PITOMBA!  Ô boquinha santa!
----------------------------------------------------------------------------------------------------------
FINAL DO RELATÓRIO: No piso duro e compactado do terreiro, foi aberta uma CRATERA de uns 20 centímetros!  Fragmentos ainda caindo... AI!
Funcionários do Banco do Brasil fugiram para a rua, pois acharam que o prédio estava desabando. 
Declaração Histórica do Godelo (saindo de trás do tambor):
- “CRIATURA, SE EU SOUBESSE QUE ESSE TREM FOSSE ASSIM, EU NUM TERIA NEM VINDO AQUI!” E, mais do que depressa, vazou...
----------------------------------------------------------------------------------------------------------A BOMBA DA PAZ (por Sílvio Heleno e Bellini), em Lá Menor:
“A bomba vai explodir ali, ali, ali/ Vai matar aquelas cabeças, que eu não quero ver, / Cabeças que me perturbam / não deixando eu viver.
A bomba vai salvar ali, deixando sumir, / A bomba vai salvar ali, fazendo sumir, / Coisas que incomodam que vêm para reprimir, / Fazendo fazer da vida, o amor brotar ali, / O amor brotar ali.
A bomba vai explodir ali, ali, ali, / O amor vai brotar daqui, daqui, ali, /A paz vai nascer ali, ali, ali, / Criança nova há de vir, para aqui, dali.”

(Crônica original: Serjão Missiaggia / Adaptação e releitura: Jorge Marin)

3 comentários:

  1. Nilson Magno Baptista20 de abril de 2012 22:23

    Dizem que até hoje existe uma rachadura na parede do prédio onde funcionou o Banco do Brasil,na Avenida Zeca Henriques,causada pelo impacto da explosão da bomba na casa do Sr.Angelo Picorone,há mais de duzentos metros de distância.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém pode dizer que o Pitomba não deixou marcas. O depoimento do Nilson é um testemunho de peso já que ele foi a primeira pessoa a presenciar um ensaio do grupo. Obrigado, Nilson!

      Excluir
  2. Sou testemunha de tal acontecimento! Puxa Serjão, a culpa não é só do Silvio Heleno, cabe a todos os componentes dessa turma do BARULHO.Vcs. fizeram cada uma ... Verdade ou mentira? Sempre os admirei e temi, eu em? Já pensou se esta bomba estoura na casa do Sr. Tuninho?Ou na casa da D, Mariana?Coitados! Aí vcs. iam ver oque é bomba!
    Essa juventude soube aproveitar, parabéns!Abraçoa.
    Edna Maria Missiaggia Picorone

    ResponderExcluir

BRIGADU, GENTE!

BRIGADU, GENTE!
VOLTEM SEMPRE, ESTAMOS ESPERANDO... NO MURINHO DO ADIL