segunda-feira, 20 de novembro de 2017

BELEZAS DA TERRINHA


QUEM CURTIR, ARRUMA UM RELACIONAMENTO EM 48 HORAS! NÃO GARANTIMOS A QUALIDADE NEM A DURABILIDADE.

Foto de hoje: Serjão Missiaggia
Trat.imagem: Jorge Marin

TODA CASA TEM UM CASO


QUEM SABE ALGUM CASO SOBRE ESSA CASA???

CASA DA SEMANA PASSADA - Valdilene Gomes, Marcelo Oliveira e Ana Emília Silva Vilela foram os primeiros a reconhecer a casa do sr. Luciano Fonseca na Avenida, mas quem matou a saudade e fez a festa foi a Luciana Maria Valente Fonseca Knop, filha do proprietário.

Foto de hoje: Serjão Missiaggia
Trat.imagem: Jorge Marin

CASOS CASAS & mistério???



ONDE FICA ESSSA FACHADA???

ACERTADORES DA SEMANA PASSADA -

Foto de hoje: Serjão Missiaggia
Trat.imagem: Jorge Marin

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

VELHOS CONVERSANDO


Amigos idosos conversam:
- No meu tempo, a gente não tinha essa liberdade que esses meninos têm hoje. Vão às festas, e numa única noite, beijam mais de vinte moças diferentes.

Como o amigo não fala nada, ele continua. Animadíssimo:
- Isso se não estiver a fim de transar. Porque, se estiver, todas transam. É só escolher.

O outro pensa um pouco e se sai com esta:
- Como é que o Corinthians conseguiu ser campeão com um timinho daqueles?

O que estava todo assanhado com aquela história ficou na dúvida: será que o compadre tava desgostando daquele meu assunto? E resolveu mudar o assunto para futebol:
- A galera dá mole e eles partem pra cima!

- Os rapazes? – pergunta o outro, percebendo que dera um fora ao mudar de assunto (para futebol) repentinamente. Sem entender de que rapazes, o amigo sexualizado, na dúvida, continuou no futebol:
- Sim, o Moisés e o Fágner.

- Tocam Fágner nestas festinhas atuais?
- Mas que festinhas, ô Rômulo?
- Essas em que eles PEGAM todas.

Pensando que o assunto AINDA era futebol, perguntou:
- Cê tá falando de quem? Do Cássio? Do Vidotto? – Sem saber que o amigo falava dos goleiros do Corinthians, o sô Rômulo se desespera:
- E eu lá vou saber o nome desses rapazes sem-vergonha que ficam por aí agarrando essas moças assanhadas?

Nisso, o médico me chamou e não consegui mais ouvir o papo travado na sala de espera. A última coisa que ouvi, antes que o médico fechasse a porta do consultório, foi um dos dois mandando o outro pra casa do Carille. Pra quem não sabe, é o nome do técnico do time.

Pelo menos, o Corinthians foi campeão brasileiro. Isso não foi equívoco. Mas, essa história de beijar vinte numa noite não me saiu da cabeça.

Achei meio nojento!

Crônica: Jorge Marin

MÚSICAS QUE O PITOMBA ESTÁ ESCUTANDO (HOJE)


ELES ESTÃO ENTRE NÓS... BLACK SABBATH!!!

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

O VELHO PUM E A LONGEVIDADE


Será que a turma organizadora desse concurso, já havia lido esta crônica?

                                 O VELHO PUM E A LONGEVIDADE

E agora é que o trem lascou de vez!

Pode soar bizarro, mas um grupo de cientistas da Universidade de Exeter, no Reino Unido, afirmou que cheirar flatulências – peido, pum, traque, bufa, bomba – pode prevenir doenças como o câncer, acidentes vasculares cerebrais, ataques cardíacos, artrite e demência. A notícia foi publicada pelo site da revista americana Time.

Embora esses gases possam ser nocivos quando inalados em grandes quantidades, os pesquisadores acreditam que uma cheirada aqui e outra ali tem seu valor e até mesmo o poder de reduzir os riscos de câncer, acidentes vasculares cerebrais, ataques cardíacos, artrite e demência.

Os cientistas estão tão convencidos que decidiram criar em laboratório seu próprio composto capaz de imitar os benefícios do pum, enquanto o professor Matt Whiteman, que trabalhou no estudo que será publicado na revista Medicinal Chemistry Communications, disse que o composto foi batizado de AP39.

Como veem, até já batizaram nosso velho pum de AP39. Muito chique, não? Daqui a pouco tem gente se gabando pelo fato de adorar cheirar AP39 debaixo do edredom e que o seu PUM é mais poderoso que o de fulano ou sicrano.
E pensar que tenho um amigo que é uma máquina de produzir AP39 e eu nunca o havia valorizado! Pelo visto, irá viver no mínimo uns 200 anos.  Por sinal, um AP39 de altíssima qualidade, fato este demonstrado e comprovado nas diversas vezes em que colocava o bumbum pra cima e, fazendo uso de um isqueiro, detonava algumas chamas. Era labareda pra mais de metro!

Outro amigo dizia que ficava meio chapado toda vez que escapulia um de seus apezinhos, e que seu grande sonho seria poder um dia embalá-los para os momentos de escassez. Pelo visto, esta grande ideia seria hoje aproveitada para fins terapêuticos. Imaginou curar algo com apenas três cafungada diárias de AP 39? Claro e, muito provavelmente, não excedendo o espaço de oito horas entre uma cafungada e outra.

E se esta moda pega? Aí meu amigo, alimentos como cebola, feijão, batata-doce, ovos, repolho, couve-flor e outros comestíveis ricos em enxofre, sumirão rapidinho das prateleiras. Ouro em forma de combustível. É mole? Já imaginou notícias como estas se tornarem rotina nos meios de comunicação: “Supermercado é assaltado e não ficou uma batata-doce pra contar história”, “Carro-forte de cebolas foi interceptado e roubado na estrada”, “Idoso é derrubado por trombadinha na calçada pra ficar com sua sacola de repolho”.

Brincadeiras à parte, de agora em diante não se esqueçam de, na próxima vez em que quiserem sair do elevador lotado ante os efeitos de um discreto apezinho 39 lembrem-se de que aqueles minutos de sufoco poderão salvar a sua vida! Sugiro ignorar o preconceito e, pensando apenas no lado científico, começar a encarar a coisa de forma mais positiva.


No mais, dito pelo não dito... #Partiu Pirangi!

Crônica: Serjão Missiaggia
Foto     : Facebook

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

TODA CASA TEM UM CASO


QUEM SABE ALGUM CASO DESSA CASA???

Foto de hoje: Serjão Missiaggia
Trat.imagem: Jorge Marin

BRIGADU, GENTE!

BRIGADU, GENTE!
VOLTEM SEMPRE, ESTAMOS ESPERANDO... NO MURINHO DO ADIL